Pequenas cidades, grandes sabores: Bicas e Guarará chegam com tudo no JF sabor 2022

26 Ago 22
Todo mineiro que tem amigos na "cidade grande" sabe o quanto o nosso sotaque e a nossa culinária fazem sucesso nesse "mundão". A ideia da cidadezinha pacata e família reunida para apreciar as receitas de família vivem no imaginário coletivo urbano. Com esta perspectiva, o JF Sabor Caminho Novo Memórias traz algumas destas preciosidades de Minas nas cidades de Bicas e Guarará.


Paiol aposta no "Angu e etc" para colocar Guarará no cenário gastronômico 


O Restaurante Paiol foi fundado há mais de 30 anos por Gersomar Elias e há quatro meses reinaugurado com uma nova proposta, administrado em parceria com sua irmã, Welaine Elias e a cheff Iara Castro.  O restaurante da Praça do Divino, bem no centro da cidade,  trouxe para o JF Sabor o prato "Angu e Etc": uma receita que dona Lelena - mãe de Welaine e Gersomar - preparava na década de 80 para ajudar a angariar fundos para a escola da cidade. Angu e Etc é servido em uma cumbuca forrada com molho de carne ou peito de frango e angu mole coberto com molho e queijo parmesão.

Angu e Etc também é o nome do restaurante que Welaine fundou em 1990 na cidade de Juiz de Fora e que por 30 anos fez parte do cenário cultural e da carreira de cantores conhecidos nacionalmente como Ana Carolina, Emerson Nogueira e Tunai. "A gente sempre teve muito esse lado cultural, essa ligação com a música e no Paiol nós temos toda sexta e sábado música ao vivo. A gente gosta muito de unir música com comida boa", destaca Welaine.

Entusiasta da ideia de usar a gastronomia e o jeitinho mineiro para fomentar o turismo, Welaine afirma que a participação no JF Sabor é o primeiro passo para "colocar Guarará no circuito, fazer a cidade ser conhecida. Nossa cidade é linda, é uma pintura. Quantas pessoas de Juiz de Fora vêm almoçar aqui no Paiol nos finais de semana? É muita gente, porque é muito perto", afirma. 

Supermercado Santo Antônio traz os sabores da panificação e confeitaria   


Atendendo as cidades de Bicas, São João Nepomuceno, Maripá e Mar de Espanha  o Supermercado Santo Antônio - Rede Supermais estreou no JF sabor 2022 com três pratos que valorizam ainda mais  trabalho de sua  equipe de panificação.  "O Jf Sabor é uma oportunidade de evidenciar a qualidade e variedade de produtos deste setor que é um de nossos diferenciais. Quando apresentamos a temática do festival os funcionários fizeram uma reunião entre eles, estudaram o tema, fizeram um levantamento de propostas e definiram  os produtos dentro da ideia da estrada Real. E  apostaram no uso do ora-pro-nóbis na parte salgada, do curau de milho e da noz moscada para os doces", explica Silvya Rossi de Figueiredo Costa, responsável pelo Setor de Marketing do estabelecimento,

 O Rolinho das Gerais, por exemplo, é bolo em forma de rocambole com uma massa tradicional mineira, que leva farinha de rosca e especiarias, como canela. E pra ficar ainda mais gostoso o recheio e a cobertura são de curau de milho.

O Combinado Caipira é um kit de três salgados que contêm a diversidade dos sabores da culinária mineira e representa o triângulo presente na bandeira do Estado.. Massa de abóbora recheada com carne seca; versão mandioquinha recheadinha de queijo e massa com ora-pro-nóbis cheinha de frango com bacon defumado. Um caldeirão de aromas e sensações a cada mordida.

E tem também o biscoito Minuta, fabricado manualmente, um a um, e que teve a receita aprimorada com o frescor cítrico do limão com um toque instigante de noz moscada.

"Como a gente executa o produto na loja, é diferente de um restaurante que o cliente precisa pedir o prato para vê-lo preparado. No nosso caso os produtos já estão em exposição e já na primeira semana foi um sucesso total", comemora Sylvia.

Da família  Raquel, de Bicas, para todo mundo


Em Bicas o restaurante Raquel Pizzas  também optou por apresentar receitas familiares que até  faziam parte do seu cardápio, mas foram adaptadas à proposta do festival.  A proprietária Raquel de Carvalho Martins faz questão de valorizar a receptividade característica do povo mineiro e afirma que o objetivo principal não é vencer o concurso, mas sim conquistar o público com boa comida e um atendimento caloroso e familiar na Rua Arthur Bernardes, 737- Bairro São Paulo.

Raquel afirma que sua inspiração para criar os quatro pratos do JF Sabor foi o desafio. "Eu gosto de ser desafiada e de fazer coisas diferentes também". O resultado foi um verdadeiro  tour de sabor que o cliente poderá fazer pelos quatro pratos inscritos no festival.

 A pizza Tropical Mineira é uma receita tradicional da casa que ganhou uma versão toda especial para o JF Sabor. "Antes a gente utilizava o camarão grelhado e a gente adaptou ao tema Caminho Novo, passando a fazer ele flambado na cachaça, o que deu um sabor incrível", garante Raquel.

De entrada  o restaurante apresenta as Burratas Recheadas. "Antes a gente usava burrata comprada. Então tivemos a ideia de fazer um recheio com tomate seco da casa, porque aqui praticamente tudo que usamos é produzido no nosso restaurante. Eu achei o resultado fantástico, muito bom, muito leve... E servimos com a focaccia de alecrim, colocamos sempre um tomatinho confitado com bastante manjericão. Um prato bem interessante para apresentar ao público", relata.

O prato principal é o "Bacalhau Tropeiro", todo inspirado e dedicado à mãe da Raquel, que faleceu  aos 86 anos. "Ela perdeu o paladar, e a única coisa que ainda gostava era de bacalhau. O prato todinho me lembra dela:  ela amava banana na comida e por isso a banana da terra grelhada. Inclui a couve porque  minha mãe nunca deixou de ter um pé de couve na horta. Incrementamos com o purê de batata baroa e com o queijo minas padrão, o que deixou a receita ainda mais saborosa" garante .

Para fechar a refeição  Raqeul desenvolveu o " Amor Mineiro": um sorvete de queijo artesanal com goiabada caseira que, para o JF Sabor, foi "amineirado" (palavra de Raquel), passando a ser servido em uma cestinha de parmesão, remetendo ao objeto típico utilizado pelos tropeiros do Caminho Novo.

 É o JF Sabor te dando mais um bom motivo para visitar Bicas e Guarará.