Santos Dumont e Conceição do Formoso na rota do JF Sabor 2022

26 Ago 22
O JF Sabor 2022 veio para mostrar que Santos Dumont não é só a terra do pai da aviação, mas também uma cidade com gastronomia de qualidade e para todos os gostos. Logo na estreia da cidade no festival, os sandumonenses se fazem representar por três estabelecimentos que apresentam propostas completamente diferentes: Bulky's Burguer, Restaurante Cirola Matriz e o Restaurante Cantinho Mineiro.


Bulky's Burguer aposta na inovação


O moderníssimo "Porquinho de Milhões" é um hambúrguer feito com pão de batata selado na manteiga, blend bovino de 160g, queijo minas padrão, creme de milho, torresmo de costela e couve crisp. Renzo Dias, criador do prato juntamente com Flavio Amaral, explica que "os ingredientes foram pensados exatamente para representar nossa querida Minas Gerais, mostrando produtos do nosso cotidiano e como o tema é o Caminho Novo. Decidimos fazer algo realmente inovador, um burger de ingredientes simples mas com sabores e processos contemporâneos. O nome "Porquinho de Milhões" traz a referência dos principais ingredientes junto com uma gíria usada por essa nova geração, buscando um caminho novo para o mundo dos hambúrgueres", acrescenta.

Para o empresário, o JF Sabor é um festival de grande importância para o setor: "Além de trazer visibilidade para nossa marca, ele nos tira da zona conforto e faz com que possamos abrir nossas cabeças para criar algo novo e surpreendente. Isso movimenta todo o mercado e aguça a curiosidade dos nossos clientes", avalia.

Renzo também comenta sobre a aceitação do público: "Tivemos muitos elogios do nosso prato, as pessoas estavam esperando algo diferente e surpreendente da nossa loja e acredito que conseguimos superar as expectativas. Todos querem provar ", atesta.

Restaurante Cirola Matriz aposta numa receita de família


O empresário Juliano Cirilo Afonso, do Cirola Matriz explica que o prato "Oracy" é uma receita de sua mãe. Oracy, inclusive, é o nome da mãe de Juliano, já falecida, e fundadora do Cirola há mais de 20 anos. O prato é composto por um arroz refogado com alho e sal, batata envolvida com alho, pirão de tilápia, bobó de camarão, traíra sem espinha empanada e frita.

"As receitas de família são as melhores, comida de mãe, comida de vó. E é muito legal quando a comida tem uma história, parece que dá até mais prazer em comer", acredita Juliano. E história é o que não falta: Cirola é o apelido do pai de Juliano, Sr José Cirilo, ex-jogador de futebol que usava cirolas, que são cuecas bem grandes e desta forma ficou conhecido na cidade.

Juliano afirma que o JF Sabor 2022 é uma oportunidade para divulgar a marca. Segundo e "propaganda nunca é demais. Quanto mais pessoas conhecerem nosso prato, melhor. Este é um evento que abrange Juiz de Fora e região. É um público muito grande. A expectativa é sempre de aumento de vendas".

O Restaurante Cirola foi fundado em Santos Dumont, mas depois de algum tempo os proprietários optaram por mudar para Juiz de Fora com a expectativa de expandir os negócios. Em 2020, com a pandemia do Covid-19, Juliano retornou a Santos Dumont e, no ano seguinte, abriu o Cirola Matriz, uma referência ao primeiro restaurante da família, como uma volta às origens. 

Cantinho Mineiro representa Conceição do Formoso na competição


O restaurante Cantinho Mineiro, da empresária Eliane Dornelas, está localizado no aconchegante povoado de Conceição do Formoso, interior de Santos Dumont e região de belas cachoeiras. Quando perguntada sobre o que os clientes devem esperar de seu restaurante, Eliane responde imediatamente: "um jeito de roça, coisas diferentes que dentro da cidade não se encontra. Tanto esse prato quanto os outros produtos que a gente faz são diferentes porque a gente não gosta de usar nada industrializado, tudo é natural".

O ?Porquinho no Abraço? é uma porção com um delicioso bolinho de mandioca com temperos da terra, envolvendo uma suculenta linguiça calabresa. A iguaria já era servida no restaurante e é bastante conhecida da população local. Eliane Dornelas conta que adaptou a receita para o JF Sabor acrescentando manjericão, cebola e calabresa à receita original. "A gente aperfeiçoou para ficar ainda melhor. Depois destas mudanças e também da divulgação do JF Sabor, melhorou muito. Nós mudamos os temperos, fomos experimentando, com um cuidado ainda maior com a matéria prima até chegar ao resultado que temos hoje para o festival", explica.

Para Eliane, o fato de ser um festival regional é fundamental para expandir seus negócios e atrair novos clientes. Ela explica que boa parte do público que frequenta seu restaurante é formada por pessoas de fora, que buscam os sabores e sossego da vida no interior.